Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2011

(Sobre a liberdade), O grito da consciência, do direito à indignação...

Imagem
"O primeiro pilar da liberdade i-online André Abrantes Amaral, Publicado em 10 de Setembro de 2011 É a dignidade que advém de um elevado código ético e moral que nos leva à necessidade de fiscalizar o Estado. Desde aquela manhã de Setembro que sentimos que algo de sagrado e conquistado com sacrifício nos foge. Tanto o Setembro de 2001 como o de 2008 trouxeram mais desconfiança e menos liberdade. O medo e a inveja, as armas dos poderes autoritários, vieram novamente ao de cima clamando por justiça. Qual pode ser a resposta à ameaça a que assistimos contra a liberdade? Eu arriscaria a consciência. A liberdade de consciência que supera as visões mais limitadas da política, os pequenos egoísmos que nos conduzem a vitórias ridículas. Aquilo que nos permite viver de acordo com os princípios que queremos rejam a vida em comunidade. É a percepção da liberdade individual que nos faz exigir respeito pelas nossas escolhas e nos obriga a respeitar as opções dos outros. Foi se

Liberdade de Expressão

Imagem
Muitos dizem que a liberdade de expressão não tem assim tanta importância, eu acho que tem.  É tão bom poder dizer o que nos apetece, sem ter que esperar aprovação. É tão bom poder viver num país em que não temos que esperar que venha alguém dizer que "isto podes dizer", "aquilo tens que riscar". Penso que não conseguiria viver num país em que houvesse censura. Estou a fazer um levantamento da história do Cinema Tivoli e parece que a censura também tocava lá... que irritante que é virem uns tipos dizerem o que temos que fazer. Preso muito este direito à livre-expressão e penso que seria um desalinhado caso me impusessem o que dizer. Só o facto de saber que há censura, só isso me irritaria solenemente e me faria pisar o "risco". Gosto de dizer o que penso, sem ter preocupações. Com respeito pelo outro. Mas não é apenas um país que pode não ter liberdade de expressão. Na sociedade há grupos em que não se diz o que se pensa. Na Administração Pública, n

A Árvore da Vida

Imagem
No espaço que fica entre o ontem e o amanhã, No tempo que o relógio conta num tic-tac contínuo, aí estou, desorganizado, com fome, confuso. O hoje é sempre o mais importante; raramente perfeito, cheio de contingências e pressas, que o entrecotar duma oração e a paz que se encontra no fundo da alma, reganha a contagem e permite seguir para os amanhãs. Assim é o dia-a-dia, feito de cambiantes, de pressas e paragens. De contactos e solidões, de obrigações e prazeres. De tudo isso os cabelos brancos vão contando, na soma irremediável.  Se sabedoria fica?  Queira o destino que sim, ao menos essa consolação!

Na areia

Imagem
Uma história ilustra bem o que havemos de aprender de essencial para a vida: no jardim de infância várias crianças brincam num parque de areia e constroem formas na areia conforme a sua imaginação.  Uns constroem com baldes - na forma dos mesmos baldes, outras com as suas mãos moldam formas mais livres.  Cada uma ocupada com a sua "obra", em diálogo com as demais, comentam a sua e a dos demais. A tentaçao de mostrar que a sua "obra" deve sobrepôr-se às dos outros, espreita como sombra ameaçadora à paz do conjunto. Mas aí, com a ajuda da sua educadora, as crianças vão aprendendo a dividir o parque entre elas, a valorizar a sua construção, a não destruir a dos demais com uma "pisadela" furtiva...  

artigo de João Carlos Espada "Esperança na Educação" e comentário

Imagem
«Esperança na Educação Público 2011-09-05 João Carlos Espada É muito estimulante ouvir um ministro definir como marcas uma maior autonomia das escolas e uma maior exigência ___________________________________ A entrevista concedida pelo ministro da Educação ao jornal Expresso, no passado sábado, deu um sinal de esperança. É um sinal importante, sobretudo numa semana em que basicamente se anunciaram mais aumentos de impostos - acompanhados de mais promessas de cortes na colossal despesa do Estado. Mas, para que a esperança se não esfume, é importante que o impulso reformador de Nuno Crato enfrente no sector da educação um dos problemas-chave do país: a falta de concorrência efectiva. É muito estimulante ouvir dizer a um ministro da Educação que as marcas que gostaria de deixar no seu mandato são sobretudo as de maior autonomia das escolas e de maior exigência. É gratificante ouvir explicar que a falta de exigência no ensino penaliza sobretudo os alunos de famílias mais d

O amor não se entrega aos preguiçosos

Imagem
Querem saber porque Susana Tamaro não é uma escritora light?! Aí têm uma prova evidente disso, palavras fortes para quem, escudado num pretenso "respeito" pela liberdade, não se "mete na vida dos outros".  Jesus Cristo, não actuava assim.  O amor exigia-lhe por vezes palavras muitos fortes.  " Sob a máscara da liberdade oculta-se muitas vezes a indiferença, o desejo de não nos envolvermos. Há um limite muito ténue, passá-lo ou não é uma questão de um segundo, de uma decisão que se toma ou não se toma; só nos apercebemos da sua importância quando esse segundo passou. Só então nos arrependemos, só então compreendemos que naquele momento não devia ter havido liberdade, mas intrusão: estávamos presentes, tínhamos consciência, dessa consciência devia nascer a obrigação de agir. O amor não se entrega aos preguiçosos, para existir na sua plenitude exige por vezes gestos precisos e fortes. Compreendes? Eu ocultei a minha cobardia e a minha indolência sob o n