Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2021

Conversa em S. Domingos - o tesouro escondido no campo

Imagem
Gosto muito de conversar com o Pe. Mário de Azevedo, um brilhante e culto homem que reza missa em S. Domingos na Baixa Lisboeta. Aquela Igreja corroída pelo tempo é uma metáfora à nossa capacidade de regeneração, de continuarmos erguidos embora os ossos estejam já desgastados pelo tempo. Mas naquele tecto temos a imagem do templo que continua erguido, apesar de tudo. Na semana passada brincava também com o Pe. Mário que ele, dos seus mais de 80 anos era ainda um homem enérgico, que se dobrava para apanhar coisas do chão. Ele dizia-me que os joelhos ainda continuam bons!  Bom, adiante! Comentava com ele que passara a fazer parte da SEDES e que estava a gostar muito pois fazia parte dum grupo que comentava coisas interessantes e que estava a aprender bastante. Este ano esta associação faz 50 anos de existência e prepara um congresso para pensar o futuro de Portugal. Dizia o Pe. Mário que Portugal não anda nada bem. E disse-me algo que me fez pensar que é de que é importante ter algum equ

Maçonaria

Imagem
Maçonaria. Que fazem homens com cursos superiores, supostamente inteligentes, vestidos com aventais e de mãos dadas? Que fazem homens que discutem leis, que as interpretam e aplicam de aventais e mãos dadas?  Isto a propósito de projectos de lei agora na Assembleia da República.  Ao tempo do Estado Novo proibiu-se a existência de sociedades secretas. Não estamos a falar da sua proibição agora. Estamos a falar de saber quais as fidelidades que unem certas pessoas e não se trata de "vida privada". Só será privada porque não é pública: à vista de todos. E elas são secretas, "discretas" se assim se quiser, porque constituem muitas vezes uma rede de interesses subterrânea.  Parlamentares dos mais importantes partidos políticos são maçons. Temos descoberto que muitas pessoas hoje e nos tempos mais recentes, em lugares chave  da sociedade, da politica e do mundo financeiro também o são; assim como muitos magistrados. Os magistrados que julgam algumas dessas pessoas, que es

Dança com Lobos

Imagem
  Estive a ver “Dança com Lobos” – um filme com Kevin Costner e   que trata de um soldado que vai para os confins da América, para uma região de índios. Fica sozinho num forte abandonado por uma pequena guarnição que, vendo-se completamente esquecida, parte de novo para casa. John Gunbar é um homem resistente. Ao chegar ao forte a sua missão passa por pô-lo em condições. Interroga-se sobre o porquê de certos actos como o de estarem tantos animais mortos dentro do lago, que vai tirar um a um – não consegue compreender a maldade de certos homens, que para se entreterem, matam por puro gozo. Entretanto, um lobo circunda o seu forte e passa a ser a sua companhia, uma presença que ele vai registando no seu diário. O cerne da história tem a ver com o encontro entre este soldado, John Gunbar e os índios Sioux. Estes habitam as pradarias circundantes e Gunbar é um dia surpreendido por um deles, enquanto se refresca no lago frente à sua cabana. A partir daí, sente-se denunciado e prepara

O Mar, a nossa última fronteira

Imagem
Um dos romances mais divertidos de Jorge Amado chama-se "Os Velhos Marinheiros". Li-o há muitos anos, não me lembro de tudo, mas ficou-me o traço duma fina ironia, um humor queroziano: uns velhos que se sentavam na praça de um pequeno vilarejo da Baía, no nordeste brasileiro, ouvindo histórias dum tal Vasco Muscoso de Aragão, que se auto-intitulava "capitão-de-longo-curso", contando aventuras em alto mar, que teriam o próprio por protagonista, sendo recebidas pelos demais com uma boa dose de cepticismo... Um dos meus amigos de juventude, de quem recordo boas aventuras percorrendo a costa portuguesa, é o Nuno Corrêa de Sá. Estudou Direito como eu, mas já adivinhava nele outros voos, ou melhor, "outros mergulhos"... sempre gostou imenso da natureza, cresceu no Canadá no seio duma família que sempre terá gostado do ar-livre e, em adolescente, chegou a Portugal, tendo-o eu conhecido estaríamos ambos a entrar para a Faculdade. A Maria Anjos, sua namorada na alt