Mensagens

A mostrar mensagens de Outubro, 2019

1. Beleza e Contemplação. Espiritualidade moralizante - Carlo Maria Martini

Imagem
Um dos poucos autores espirituais que têm sensibilidade para o tema "beleza e espiritualidade" é Carlo Maria Martini, antigo cardeal de Milão: "Não adianta deplorar e culpar todo o mal que há no nosso mundo. (...) Tampouco adianta falar de justiça, de deveres, de bem comum, de programas pastorais, das exigências do Evangelho. Se quisermos falar disso, que o façamos com o coração cheio de ardente amor. Temos de experimentar aquele amor que dá com alegria e que entusiasma; temos de irradiar a beleza daquilo que é verdadeiro e correcto na vida; pois só essa beleza pode tomar conta do íntimo e direccioná-las para Deus". Martini sente que hoje uma espiritualidade puramente ascética ou moralizante não atrai mais as pessoas. É preciso a beleza que as fascina . Martini refere-se à beleza do mundo, do amor, das pessoas que se deixam conduzir pelo amor . Fala da beleza da mensagem bíblica, da beleza redentora, cuja expressão mais radiante foi a do amor por nós na cru

Indivíduo

Imagem
Diz-se de indivíduo aquele que não pode ser mais dividido e não sei se o trajecto pode na verdade ser lido como se apenas uma história fosse e não apenas fragmentos de muitas histórias, umas tantas luzes que se somam, intermediadas de tantas penumbras e sombras. Eu peregrino, cajado na mão, por entre montes e vales e só essa continuidade permite dar sentido ao caminho, carregando tudo aquilo que eu sou. Diferente disso, é o acordar diário no trajecto em que o sol se apresenta como repetição, mas em que não há memória, não há apropriação. Nesse sentido, a minha vida é feita de escolhas conscientes, de uma explicação, de um antes e um depois. Há uma intencionalidade e uma direcção. Neste outro sentido, a minha vida são apenas parcelas justapostas que se ligam fruto das circunstâncias e de fugas para a frente sempre que a dificuldade se apresenta: não sou capaz de descer os "vales tenebrosos", porque sem essa ideia de peregrino apenas terá sentido o caminho à beira do rio, sem

3. Of Beauty and Consolation

Imagem
It is very interesting to observe how we relate to animals.  I was thinking about which  animal I would choose, if I had to pick one. This came easily: I would pick horses. In Monte Velho, in  Arraiolos, I have dealt with these wonderful animals and from time to time gone trail riding: you can go out into nature, cross beautiful fields, go to lakes and be in this harmony, while you think abour your life. It's a consolation for me. "Of Beauty and Consolation": this time we speak of Jane Goodall. Her afectionate way of relating to  chimpanzees, her stories and discoveries about them, makes me think that actually she is absolutely right when saying that animals too have feelings and are capable of long emotional bonds. Ecology is now in all our political statements. How deep should we think about this? I think it is very important indeed, because a wrong way of looking into things is threatening our planet. In Monte Velho I can observe those northern eur