Mensagens

A mostrar mensagens de Outubro, 2021

Um jardim para redimir o homem digital

Imagem
Do filósofo Byung-Chul Al, artigo publicado no El País, 14.03.2019 Desde que trabalho no jardim, vejo o tempo de uma forma diferente. Acontece muito mais devagar. Ele dilata. Parece-me que há quase uma eternidade até que a próxima primavera chegue. A queda de folhas de Outono se esconde-se a uma distância inconcebível. Até o Verão parece infinitamente distante. O Inverno já é eterno. O trabalho no jardim de Inverno prolonga-o. O Inverno nunca foi tão longo como no meu primeiro ano como jardineiro. Sofri muito com o frio e as geadas persistentes, mas não por minha causa, mas sobretudo por causa das flores de Inverno, que continuavam a desabrochar mesmo na neve e nas geadas prolongadas. A minha maior preocupação eram as flores, por isso ajudei-as. O jardim afasta-me do meu ego. Não tenho filhos, mas com o jardim estou aos poucos a aprender o que significa dar assistência, cuidar dos outros. O jardim tornou-se um lugar de amor. O tempo do jardim é um tempo diferente. O jardim tem o se

Abrir-nos ao mistério

Imagem
Das coisas mais importantes é o entusiasmo pelas coisas, por aquilo que fazemos, por aquilo que vemos ou descobrimos. Uma sociedade muito marcada pela eficiência, ou pelo ganho, acaba por ser uma sociedade profundamente desencantada, pois não chega ao mistério das coisas, prefere possui-las, tê-las. Porque não sabe viver as coisas por dentro, apenas as avalia por fora, por aquilo que elas parecem e por aquilo que custam. E há tanto que acaba por escapar. Cada coisa, cada ser encerra em si um mistério, algo que não se detecta apenas num olhar. Também as pessoas. Quando não conseguimos ir ao encontro e descobrir no outro a sua verdade, entabulando um diálogo com a diferença do outro, limitamos o campo da relação a um mero facciendi, muito redutor. Escrevi há algum tempo que a vida é um continuum, que é uma aventura. Quando não somos capazes de dar uma perspectiva mais ampla da vida e não conseguimos contar uma história, onde se encontra o desenhar dum percurso, passamos a ser apenas uns