Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2019

A (i) lógica da super-abundância

Imagem
Na natureza podemos comprazer-nos com a abundância do dom. Ela dá-se-nos toda - sem que o mereçamos. Lembro-me dum dia de Agosto em que empreendi a descida para a Fajã do Santo Cristo, na ilha de S. Jorge e senti-me tal qual Adão no Éden. Passeando num jardim, observando as árvores e as flores, inalando os perfumes que umas e outras exalam, os verdes e o colorido dos frutos, ouvindo e vendo os passáros saltitando e brincando aqui e acolá, sobrevem-nos um bem que nos enche de alegria. Quiseramos nós que toda a nossa vida fosse esse doce percorrer dos jardins, essas sombras fresquinhas de Monserrate. A nossa alma pode ser isso. Esse jardim florido.  Super-abundante. Esse recorte de belas espécies, essas gotas que respigam, brincalhonas, da bica d'água. Ter um jardim. Para correr. Largar-se por essa inclinação toda daquele relvado frente ao Palácio onde está a grande auraucária. Chegar ao lago. Ou entrar ao portão e enveredar pela esquerda - e chegar àquela grande cascata,

O Personalismo, a Europa e os sentimentos de pertença

Imagem
Entre a desesperança (na realidade, ele chama-lhe  "desespero") e a esperança ("Fala-me da tua Esperança",  1.ª ed. - Porto : Ambar, 2002. - 192, [1] p. ; 23 cm. - (Simetrias). - Tít. orig.: Dis-moi ton espérance) , Guy Coq apela-nos para a aposta radical na esperança.  Descorrendo pelas experiências do século XX, período que criou várias utopias, a maior das quais a do comunismo, apresenta um futuro aberto em que o mito de Sísifo é uma possibilidade sempre à espreita. Contrapõe assim à utopia positiva, a utopia negativa: o mal que nos poderia suceder e que nos pede a estarmos atentos.  A cultura do empenhamento, do compromisso, não é estranha à constatação de que estamos todos no mesmo barco e que o Catolicismo da 2.ª metade do Séc. XX propôs (o Personalismo nesse sentido é uma antropologia que continua a fazer que pensar). O fim das grandes narrativas, levou-nos a um desacreditar numa explicação racional do homem. Vem isto a propósito das recentes ele